A comédia dos erros – William Shakespeare

Estando em desavença os Estados de Éfeso e Siracusa, foi promulgada uma lei em Éfeso, pela qual todo comerciante de Siracusa ali surpreendido seria condenado à morte, a menos que pagasse mil moedas de resgate. Nas ruas de Éfeso foi descoberto um dia Egeão, velho comerciante de Siracusa, e levado à presença do duque, para… Read More »

A megera domada – William Shakespeare

Catarina era a filha mais velha de Batista, um rico gentil-homem de Pádua. Dama de espírito intratável e índole selvagem, solta de língua, ficara conhecida em Pádua pelo nome de Catarina, a Megera. Parecia improvável, e mesmo impossível, que algum cavalheiro se atrevesse a desposá-la. Por isso, Batista era muito censurado por adiar seu consentimento… Read More »

Tudo está bem quando acaba bem – William Shakespeare

Bertram, conde de Rousillon, por morte do pai, entrara recentemente em posse de seu título e estado. O rei da França, que estimava o pai de Bertram, quando lhe soube da morte, mandou dizer a ele que fosse imediatamente para sua corte em Paris, pois pretendia, devido à amizade que dedicara ao falecido conde, agraciar… Read More »

O mercador de Veneza – William Shakespeare

Shylotk, o judeu, residia em Veneza. Era um usurário que acumulara imensa fortuna, emprestando dinheiro, com elevados juros, a negociantes cristãos. Shylock, tendo um coração de pedra, exigia com a máxima severidade o pagamento, o que o tornava detestado por todas as pessoas de bem, particularmente Antônio, um jovem mercador de Veneza. Da mesma forma… Read More »

Muito barulho por nada – William Shakespeare

No palátio de Messina residiam naquele tempo duas damas, chamadas Hero e Beatriz. A primeira era filha de Leonato, governador da cidade; e a segunda, sobrinha do mesmo senhor. Beatriz era de temperamento alegre e gostava de divertir, com suas espirituosas saídas, a prima Hero, que possuía gênio mais recatado. O que quer que acontecesse… Read More »

Conto de inverno – William Shakespeare

Leontes, rei da Sitília, e sua esposa, a bela e virtuosa Hermíone, viviam outrora na maior harmonia. Tão feliz era Leontes com o amor dessa excelente dama que não tinha nenhum sonho irrealizado, exceto que, às vezes, desejava rever e apresentar à rainha seu antigo companheiro e camarada de escola Polixenes, rei da Boêmia. Leontes… Read More »